Protocolos injetáveis para imunidade e inflamação

Tratamentos para reforçar as defesas do organismo.

O papel vital do sistema imunológico

O sistema imunológico atua na proteção do corpo de agentes nocivos e alterações celulares com potencial para ocasionar doenças. No entanto, para funcionar com desempenho máximo, nosso organismo precisa de equilíbrio e harmonia entre vitaminas e minerais para poder manter nossas defesas saudáveis.

Por outro lado, deficiências nutricionais podem levar à imunossenescência – alterações do sistema imunológico que decorrem do envelhecimento – particularmente a suscetibilidade a infecções e a progressões de inflamações.

Inflamação: causas e consequências

A inflamação é uma reação do hospedeiro ao dano tecidual infeccioso ou estéril que tem a finalidade fisiológica de restaurar a homeostase tecidual. Por sua vez, a inflamação descontrolada ou não resolvida pode levar a danos nos tecidos, dando origem a uma infinidade de doenças inflamatórias crônicas, incluindo síndromes metabólicas e patologias de autoimunidade, com eventual perda da função do órgão.

De fato, os sinais de inflamação persistente não resolvida não são apenas típicos de doenças inflamatórias clássicas, mas também uma característica subjacente de uma variedade de condições que não se pensava anteriormente ter um componente inflamatório, tais como a doença de Alzheimer, aterosclerose, doenças cardiovasculares e câncer.

Nesse contexto, um marco importante foi alcançado com a consciência de que a resolução da inflamação aguda é crucial para evitar a inflamação crônica persistente e garantir o retorno adequado à homeostase.

Protocolos injetáveis para imunidade e inflamação

Os protocolos injetáveis para imunidade e inflamação oferecem uma combinação de vitaminas e minerais essenciais, que atuam em sinergia, atendendo às necessidades nutricionais do nosso organismo para fortalecer o sistema imune, reduzir os processos oxidativos e inflamatórios e proteger contra disfunções imunológicas.

Confira a seguir nossas
sugestões de protocolos.

img-content-pro-injet-inflamacao-peq-center

Protocolo endovenoso para imunidade

Composto por substâncias imunoestimulantes, antioxidantes, anti-inflamatórias, apoptóticas e detoxificantes do organismo.

  • 1 ampola L-Glutamina 120mg/2mL
  • 1 ampola Complexo B (Sem B1)/2mL
  • 1 ampola N-Acetil Cisteína 300mg/2mL
  • 1 ampola L-Glutathion 100mg/2mL
  • 1 ampola Pool de Minerais/2mL

Sugestão de uso: Diluir 1 ampola de cada produto em 250mL de SF 0,9% e aplicar pela via endovenosa com gotejamento inicial lento (45-60min/bolsa), avaliando individualmente cada paciente.

Protocolo endovenoso anti-inflamatório e antioxidante

O estresse oxidativo causado por um acúmulo de radicais livres pode sobrecarregar seriamente nosso sistema imunológico. O protocolo endovenoso, anti-inflamatório e antioxidante possui ativos que atuam em sinergia, com potentes antioxidantes, vitaminas e aminoácidos com a finalidade de fortalecer o sistema imunológico.

  • 1 ampola MSM (Metilsulfonilmetano) 1,5g/10mL
  • 1 ampola N-Acetil Cisteína 300mg/2mL
  • 1 ampola L-Carnitina 600mg/2mL
  • 1 ampola Complexo B sem B1/2mL
  • 1 ampola SAME (S-Adenosil-L-Metionina) 200mg/2mL
  • 1 ampola Pool de Aminoácidos (3,8%)/10mL

Sugestão de uso: diluir 1 ampola de cada produto em 250mL de SF 0,9% e aplicar pela via endovenosa com gotejamento inicial lento (45-60min/bolsa), avaliando individualmente cada paciente.

+

  • 1 ampola L-Glutathion 600mg/5mL

Sugestão de uso: Diluir 1 ampola do produto em 100mL de SF 0,9% e aplicar pela via EV com gotejamento inicial lento (45-60min/bolsa), avaliando individualmente cada paciente.

+ (Uso intramuscular)

  • 1 ampola Coenzima Q10 100mg/2mL – Veículo oleoso

Sugestão de uso: Aplicar 1 ampola por via intramuscular lentamente (sugerido músculo ventroglúteo).

Protocolo endovenoso de vitaminas, minerais, antioxidantes e aminoácidos

A suplementação nutricional com vitaminas, minerais, antioxidantes e aminoácidos demonstrou afetar as variáveis imunológicas. A deficiência dessas vitaminas e minerais na concentração plasmática pode levar a um estado imunológico debilitado. Os ativos têm extensos efeitos moduladores na geração de mediadores inflamatórios e na atividade das células imunes.

  • 1 ampola N-Acetil Cisteína 300mg/2mL
  • 1 ampola L-Glutathion 100mg/2mL
  • 1 ampola Vitamina B3 (Nicotinamida) 30mg/2mL
  • 1 ampola Complexo B (Sem B1)/2mL
  • 1 ampola Pool de Aminoácidos (3,8%)/10mL
  • 1 ampola Pool de Minerais/2mL

Sugestão de uso: Diluir 1 ampola de cada produto em 250mL de SF 0,9% e aplicar pela via endovenosa com gotejamento inicial lento (60-90min/bolsa), avaliando individualmente cada paciente.

Protocolo endovenoso anti-inflamatório

Composto por substâncias varredoras de radicais livres, com propriedades antioxidantes e com capacidade de reduzir o dano celular causado pelo estresse oxidativo, além de realizar uma detoxificação no organismo.

  • 1 ampola MSM (Metilsulfonilmetano) 750mg/5mL
  • 1 ampola N-Acetil Cisteína 300mg/2mL
  • 1 ampola Vitamina B3 (Nicotinamida) 30mg/2mL
  • 1 ampola Pool de Minerais/2mL
  • 1 ampola Pool de Aminoácidos (3,8%)/10mL

Sugestão de uso: diluir 1 ampola de cada produto em 250mL de SF 0,9% e aplicar pela via endovenosa com gotejamento inicial lento (45-60min/bolsa), avaliando individualmente cada paciente.

+

  • 1 frasco Ácido Lipoico 600mg/24mL

Sugestão de uso: diluir 1 frasco do produto em 250ml de SF 0,9% e aplicar pela via endovenosa com gotejamento lento (cerca de 1h/bolsa), avaliando individualmente cada paciente.

Protocolo endovenoso pós-infecção

Protocolo composto por ativos que, em sinergia, auxiliam no aumento da energia celular e da capacidade de reparar danos celulares. Atuam como antioxidantes e varredores de radicais livres, eliminando xenobióticos, participam da defesa das células contra o estresse oxidativo e colaboram na redução da inflamação e dor nas articulações e na melhora do estado geral do paciente.

SORO I

  • 3 ampolas Vitamina C (Ácido Ascórbico) 1g/5mL

Sugestão de uso: Diluir as 3 ampolas em 100mL-250mL de SF 0,9% e aplicar pela via endovenosa com gotejamento lento (45-60min/bolsa), avaliando individualmente cada paciente.

SORO II

  • 1 frasco Ácido Lipoico 600mg/24mL

Sugestão de uso: Diluir 1 frasco do produto em 250mL de SF 0,9% e aplicar pela via endovenosa com gotejamento lento (cerca de 1h/bolsa), avaliando individualmente cada paciente.

SORO III

(Uso endovenoso)

  • 1 ampola Complexo B (Sem B1)/2mL
  • 1 ampola L-Citrulina 200mg + Vitamina C 75mg/10mL
  • 1 ampola N-Acetil Cisteína 300mg/2mL
  • 1 ampola L-Leucina 150mg/10mL
  • 1 ampola L-Lisina 300mg/2mL
  • 1 ampola MSM (Metilsulfonilmetano) 1,5g/10mL
  • 1 ampola Sulfato de Magnésio 1g/10mL
  • 1 ampola Pool de Minerais/10mL

Sugestão de uso: Diluir 1 ampola de cada produto em 500mL de SF 0,9% e aplicar pela via endovenosa com gotejamento lento (60-90min/bolsa), avaliando individualmente cada paciente..

img-content-pro-injet-inflamacao-peq-center2

Protocolo intramuscular antialérgico

Composto por ativos com efeitos moduladores de citocinas, com capacidade de diminuir a proliferação de células TH1 e TH2, de interleucinas e de interferons. Também é capaz de modular as respostas inflamatórias, fazendo a diferenciação e proliferação das células precursoras da medula óssea, como a conversão de timócitos imaturos em linfócitos T3. Além disso, modula a produção, maturação e ativação de linfócitos T e macrófagos. Com a presença de ativo mucolítico, que atua sobre as características reológicas do muco, age eliminando os radicais livres, aumenta a vitalidade e melhora a imunoestimulação do corpo.

  • 1 ampola de Vitamina DK2 (600.000UI)/2mL – Veículo oleoso
    (Vit D3 600,000UI + Vit K2 MK7 1000mcg)

Sugestão de uso: Aplicar via intramuscular de forma profunda e lenta, no músculo ventroglúteo.

+

  • 1 ampola de Timomodulina 50mg/2mL
  • 1 ampola de NAC (N-Acetil Cisteína) 300mg/2mL
  • 1 ampola de Lidocaína 2% /1mL

Sugestão de uso: Aplicar via intramuscular de forma profunda e lenta, no outro músculo ventroglúteo.

Protocolo intramuscular anti-inflamatório

Esse protocolo é composto por substâncias varredoras de radicais livres, com propriedades antioxidantes, e com capacidade de reduzir o dano celular causado pelo estresse oxidativo, além de realizar uma detoxificação no organismo.

  • 1 ampola N-Acetil Cisteína 300mg/2mL
  • 1 ampola L-Glutathion 100mg/2mL
  • 1 ampola L-Taurina 100mg/2mL
  • 1 ampola Vitamina B3 (Nicotinamida) 30mg/2mL
  • 1 ampola Lidocaína 2%/1mL – Opcional

Sugestão de uso: Aspirar o conteúdo das ampolas e aplicar lentamente metade do volume (cerca de 4,5mL) em cada músculo ventroglúteo.

Protocolo intramuscular anti-inflamatório e detox

Composto por substâncias que agem em sinergia, com propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias e com ação nos mecanismos de detoxificação do organismo, sendo essenciais para o equilíbrio saudável do sistema imunológico.

  • 1 ampola Complexo B (com Metil B12)/2mL
  • 1 ampola L-Metionina 100mg/2mL
  • 1 ampola L-Taurina 100mg/2mL
  • 1 ampola N-Acetil Cisteína 300mg/2mL
  • 1 ampola Lidocaína 2%/1mL – Opcional

Sugestão de uso: Aspirar o conteúdo das ampolas e aplicar lentamente metade do volume (cerca de 4,5mL) em cada músculo ventroglúteo.

Protocolo intramuscular anti-inflamatório e antioxidante

O estresse oxidativo causado por um acúmulo de radicais livres pode sobrecarregar seriamente nosso sistema imunológico. O protocolo intramuscular, anti-inflamatório e antioxidante possui ativos que atuam em sinergia, com potentes antioxidantes, vitaminas e aminoácidos, levando a um fortalecimento do sistema imunológico.

  • 1 ampola MSM (Metilsulfonilmetano) 750mg/5mL
  • 1 ampola N-Acetil Cisteína 300mg/2mL
  • 1 ampola L-Glutathion 100mg/2mL
  • 1 ampola Lidocaína 2%/1mL – Opcional

Sugestão de uso: Aspirar o conteúdo das ampolas e aplicar lentamente metade do volume (cerca de 5mL) em cada músculo ventroglúteo.

Protocolo intramuscular pós-infecção

Protocolo composto por ativos que, em sinergia, auxiliam no aumento da energia celular e da capacidade de reparar danos celulares. Atuam como antioxidantes e varredores de radicais livres, eliminando xenobióticos, participam da defesa das células contra o estresse oxidativo e na melhora do estado geral do paciente.

  • 1 ampola Complexo B (sem B1)/2mL
  • 1 ampola L-Glutathion 100mg/2mL
  • 1 ampola L-Lisina 300mg/2mL
  • 1 ampola Sulfato de Magnésio 200mg/2mL
  • 1 ampola Lidocaína 2%/1mL – Opcional

Sugestão de uso: Aspirar o conteúdo das ampolas e aplicar lentamente metade do volume (cerca de 4,5mL) em cada músculo ventroglúteo.

Protocolo intramuscular com vitamina D3

Nas últimas décadas, pesquisas sobre a vitamina D confirmaram interações importantes entre a vitamina D e as células do sistema imunológico inato e adaptativo. Múltiplos estudos mostram que baixos níveis de vitamina D estão ligados a um risco aumentado de doenças inflamatórias, assim como ao aumento da suscetibilidade a infecções.

  • Apresentações: 50.000UI / 100.000UI / 300.000UI / 600.000UI/1mL – Veículo oleoso

Sugestão de uso: Aplicar via intramuscular de forma profunda e lenta, no músculo ventroglúteo.

Protocolo intramuscular com timomodulina

Extensos ensaios clínicos humanos com timomodulina mostraram que esse agente pode melhorar os sintomas clínicos observados em vários processos de doença, incluindo infecções, alergias e malignidades, e pode melhorar as funções imunológicas durante o envelhecimento.

  • Apresentações: Timomodulina 25mg/2mL ou Timomodulina 50mg/2mL

Sugestão de uso: Aspirar o conteúdo das ampolas e aplicar lentamente no músculo ventroglúteo.

faz parte de um complexo enzimático das mitocôndrias que controla a produção de energia. Suplementando a célula com ácido lipoico, há um aumento de energia celular e aumento da capacidade de reparar danos celulares, onde ele atua como antioxidante e varredor de radicais livres.

sintetizada endogenamente, a coenzima Q10 está envolvida no transporte de elétrons nas mitocôndrias. Possui papel principal na fosforilação oxidativa mitocondrial e na produção de adenosina trifosfato (ATP). É um antioxidante que regenera radicais peroxil e alcoxil. Usado para fortalecer o sistema imunológico, aumentar a absorção de oxigênio pelas células do coração e ajudar a reciclar a vitamina E no organismo, além de intensificar sua potência.

a suplementação de vitaminas do complexo B desempenha um papel muito importante na regulação das respostas imunes. Essas vitaminas atuam restaurando uma rede de comunicação saudável entre o sistema imunológico e os órgãos no nível celular.

aumenta a produção de óxido nítrico no corpo, sendo um precursor da Arginina.

é um tripeptídeo formado pelos aminoácidos ácido glutâmico, cisteína e glicina. Possui papel central na biotransformação e eliminação de xenobióticos, e na defesa das células contra o estresse oxidativo, devido ao seu potencial redox intracelular. É precursor de neurotransmissores e outras moléculas essenciais, sendo indispensável para a proliferação celular, função imune e para o equilíbrio ácido-base.

evidências sugerem que a leucina é importante para a resposta imune adaptativa na qual desempenha um papel na ativação das células T. É um ativador da via de sinalização mTOR que regula a síntese e degradação de proteínas nas células.

estudos mostram que a L-lisina é útil para infecções recorrentes, pois acelera o tempo de resposta dos neutrófilos no sistema imunológico para atacar e eliminar patógenos. Também aumenta o número total de linfócitos produzidos pelo sistema imunológico.

as células T auxiliares importam o aminoácido metionina para sintetizar novas proteínas e fornecer os grupos metil necessários para a metilação de RNA e DNA, os quais impulsionam a proliferação e diferenciação das células T, que modulam a atividade das células imunes.

através das suas atividades antioxidantes e anti-inflamatórias, a taurina é capaz de proteger o corpo da morte celular desnecessária e dos danos nos tecidos.

atua como antioxidante, é capaz de atenuar o dano tecidual e a inflamação resultante e, como consequência, prevenir a apoptose de leucócitos.

usado na medicina integrativa como varredor de radicais livres e precursor do Glutation reduzido, que também tem ação antioxidante e captadora de radicais livres. Atua também nos mecanismos de detoxificação do organismo, como fornecedor de radicais sulfidrila.

estão envolvidos em processos importantes, como crescimento de tecidos, produção de energia, função imunológica e absorção de nutrientes.

desempenham um papel em centenas de processos bioquímicos no corpo, incluindo suporte antioxidante e a replicação de células imunes, o que é essencial para um sistema imunológico saudável.

estudos defendem o efeito do SAME como supressor na inflamação, além de ser antifibrótico, mediado pela redução do estresse oxidativo.

é um oligoelemento essencial com efeitos antioxidantes, anti-inflamatórios e apoptóticos. Possui uma ampla gama de ações biológicas, como funções catalisadoras, estruturais ou regulatórias. É essencial na manutenção da integridade das membranas biológicas. A deficiência de zinco aumenta a susceptibilidade a infecções, desequilibrando o sistema imunológico.

o nível de magnésio no sangue é um fator importante na capacidade do sistema imunológico de combater patógenos e células cancerígenas. Pesquisadores relataram que as células T precisam de uma quantidade suficiente de magnésio para operar com eficiência.

possui efeitos imunomoduladores quantitativos e qualitativos sobre os linfócitos T, caracterizando a sua ação sobre a imunidade celular. Também induz a maturação e diferenciação dos linfócitos, levando a uma melhora significativa em número e função destas células no sangue periférico. Esse estímulo promove um efeito em cascata sobre as funções dessas células B, dos macrófagos, aumento da produção de Interleucina-2 e do número de seus receptores de alta afinidade, aumento da atividade das células natural killers (NK), da produção de interferon-gama, efeito restaurador do índice de fagocitose e aumento da capacidade lítica das células efetoras.

derivada da niacina, faz parte da composição da coenzima NAD, importante para muitas reações metabólicas enzimáticas, atuando como antioxidante.

atua no fortalecimento do sistema imunológico, além de proporcionar alívio dos sintomas de infecções e alergias. Por ser um antioxidante natural atua minimizando os danos dos radicais livres que podem afetar nosso organismo.

como o receptor da vitamina D é expresso nas células imunes (células B, células T e células apresentadoras de antígenos) e essas células imunológicas são todas capazes de sintetizar o metabólito ativo da vitamina D, ela tem a capacidade de atuar de forma autócrina em um ambiente imunológico local. A vitamina D pode modular as respostas imunes inatas e adaptativas. Sua deficiência está associada ao aumento da autoimunidade, bem como ao aumento da suscetibilidade a infecções.

os receptores de vitamina D são encontrados em vários tecidos e células do corpo humano, incluindo células mononucleares, linfócitos T e células dendríticas, que são importantes para o reconhecimento de antígenos. A vitamina D também tem vários efeitos moduladores de citocinas e pode diminuir a proliferação de células TH1 e TH2, e reduzir a produção de interleucinas e interferons. Essa vitamina também tem mostrado ter um papel na remodelação das vias respiratórias, que pode ser importante na compreensão e no tratamento da asma. Pesquisas também fornecem evidências de que a vitamina D pode modular as respostas inflamatórias, aumentar a atividade do peptídeo antimicrobiano e promover a integridade da barreira de permeabilidade da pele. Estudos epidemiológicos revelaram que a deficiência de vitamina D está associada a um aumento da incidência de asma e sintomas alérgicos. Junto com a Vitamina K2 MK7 que otimiza a ligação do cálcio à estrutura óssea.

é um aminoácido não essencial que atua nos processos anabólicos e anticatabólicos do organismo, apresenta atividade antioxidante, aumenta a síntese de proteínas musculares, estimula a liberação de hormônio de crescimento, é precursora de purinas, pirimidinas e fosfolipídios. Também é a principal fonte de energia de enterócitos e leucócitos, onde a glutamina atua como sinalizador para renovação das células da parede intestinal. Ao garantir a integridade intestinal, atua como imunomoduladora. É ainda precursora da glutationa, o antioxidante mais abundante do organismo.

Além dos protocolos injetáveis, formulações orais manipuladas em cápsulas e soluções orais, assim como alguns produtos da nossa linha Essential Nutrition podem complementar os tratamentos sugeridos e potencializar os resultados. Confira algumas sugestões:

Fórmula estimulante da imunidade celular

Composto que age no estímulo da imunidade celular através da produção de interleucinas 2 e 12, interferon-gama e fator de necrose tumoral, os quais estimulam as células natural killer (NK) e os linfócitos T citotóxicos que estão envolvidos na imunidade celular e doenças específicas de órgãos.

  • Astragalus (70% polissacarídeos) 250mg
  • Vitamina C Total 300mg
  • Echinacea (4% compostos fenólicos) 150mg
  • Timomodulina 50mg
  • Beta-Glucan Plus 50mg

Sugestão de uso: tomar 1 dose, 2 vezes ao dia.

Solução imunoestimulante

Com a intenção de modular o sistema imune e aumentar Th1, assim como reduzir a liberação de histamina dos mastócitos.

  • Beta-glucana 70% 50mg
  • Timomodulina 25mg
  • Quercetina 200mg
  • Solução oral qsp 3mL

Sugestão de uso: tomar 3 ml (1 dose), 2 vezes ao dia.

Fórmula preventiva de gripe

Composta por extratos vegetais e vitaminas favorecem o sistema imunológico como um todo.

  • Echinacea (4% compostos fenólicos) 250mg
  • Vitamina C Total 500mg
  • Vitamina E Total 100UI
  • Zinco (quelado) 20mg
  • Vitamina D3 (lipofílica) 5.000UI
  • Vitamina A 5.000UI
  • Epicor® 150mg
  • Beta-Glucan Plus 250mg

Sugestão de uso: como prevenção, tomar 1 dose ao dia; como tratamento, tomar 1 dose 4 vezes ao dia.

Fórmula de tratamento para gripes

Esta fórmula ajuda a evitar a rápida proliferação do vírus, controlando a doença. O aporte de nutrientes para a saúde do sistema imune estimula o corpo a se defender do agente causador da gripe.

  • N-Acetilcisteina 300mg
  • Zinco (Albion®) 20mg
  • Vitamina C Total 500mg
  • Zinco (quelado) 250mg
  • Echinacea (4% compostos fenólicos) 250mg

Sugestão de uso: tomar 1 dose 4 vezes ao dia. Recomenda-se associar 50.000 UI de vitamina D3, 1 vez ao dia por 3 dias.

Booster do sistema imune

Traz compostos que desempenham uma ampla gama de atividades na função imunológica e ajudam a reconstruir os componentes celulares do sistema imunológico periférico, diminuindo a interleucina-6 (IL-6) e aumentando as células natural killer (NK) e células T.

  • Ganoderma lucidum (10% polissacarídeos) 500mg
  • Echinacea (4% compostos fenólicos) 400mg
  • Chá vermelho (40% polifenóis) 650mg
  • Vitamina C Total 500mg
  • Zinco (Albion®) 15mg

Sugestão de uso: tomar 1 dose 4 vezes ao dia. Recomenda-se associar 50.000 UI de vitamina D3, 1 vez ao dia por 3 dias.

Fórmula para infecções do trato respiratório

A quercetina é um flavonoide que tem uma excelente atividade antioxidante. A bromelina ajuda a aliviar a congestão, rompendo o muco presente e reduzindo a inflamação das vias nasais junto com a N-acetilcisteína.

  • N-acetilcisteína 500mg
  • Quercetina (lipofílica) 200mg
  • Bromelina 200mg

Sugestão de uso: tomar 1 dose, 2 a 3 vezes ao dia.

Fórmula imunoestimulante

Extratos vegetais ricos em bioativos que podem diminuir o estresse oxidativo causado pelo vírus e ainda, somados aos outros nutrientes, possibilitam corrigir a disfunção imunológica que ocorre em pacientes portadores de HIV.

  • Betacaroteno 5mg
  • Cat’s Claw 150mg
  • Cobre (quelado) 0,2mg
  • Echinacea (4% compostos fenólicos) 150mg
  • Green tea (95% polifenóis) 250mg
  • Epicor® 150mg
  • Zinco (quelado) 20mg
  • Rosmarinus officinalis 150mg

Sugestão de uso: tomar 1 dose, 2 vezes ao dia.

Fórmula vitamínica superimune

Potente pool de vitaminas necessárias à saúde que, junto a outros componentes com ação antioxidante, pode combater os radicais livres, inibir a síntese do fator NFKB e coibir a multiplicação do HIV, diminuindo a carga viral enquanto proporciona  melhora do estado geral do paciente.

  • Vitamina C Total 600mg
  • Vitamina B1 30mg
  • Vitamina B2 5mg
  • Vitamina B3 50mg
  • Vitamina B5 50mg
  • Vitamina B6 25mg
  • Vitamina B12 100mcg
  • Tocomax (mix de tocotrienóis) 200mg
  • Betacaroteno 15mg
  • Ácido folínico 800mcg
  • Ácido R-alfa-lipoico 25mg
  • Zinco (quelado) 40mg
  • Magnésio (quelado) 100mg
  • Manganês (quelado) 2mg
  • N-acetilcisteína 600mg
  • Cobre (quelado) 0,5mg
  • Selênio (metilselenocisteína) 100mcg

Sugestão de uso: 1 dose fracionada para ser tomada após 2 ou 3 refeições. Na fase inicial do tratamento, ou em casos graves, a dose pode ser dobrada.

Produtos Essential Nutrition
Opções complementares aos tratamentos para imunidade e inflamação.

Immuno Golden Whey

Golden Lift

Vit C 4 Protect

Vitamini C Gummy

Immuno Veggie Protein

Immuno Whey Chocolate

Vit D3

Vitamini D3

Glutamina

Super Omega-3 TG

CoQ10

Vitalift

IMPORTANTE

Este material é de apoio técnico para prescritores e é proibida a sua divulgação
para consumidores, nos termos do item 5.14 da RDC 67/2007.

Ananieva EA, Powell JD, Hutson SM. Leucine Metabolism in T Cell Activation: mTOR Signaling and Beyond. Adv Nutr. 2016;7(4):798S-805S. Published 2016 Jul 15. doi:10.3945/an.115.011221

Aranow C. Vitamin D and the immune system. J Investig Med. 2011;59(6):881-886. doi:10.2310/JIM.0b013e31821b8755

ATTIA, Mohamed; ESSA, Ebtessam Ahmed; ZAKI, Randa Mohammed; ELKORDY, Amal Ali. An Overview of the Antioxidant Effects of Ascorbic Acid and Alpha Lipoic Acid (in Liposomal Forms) as Adjuvant in Cancer Treatment. Antioxidants, [S.L.], v. 9, n. 5, p. 359, 25 abr. 2020. MDPI AG. http://dx.doi.org/10.3390/antiox9050359.

Baeke F, Etten EV, Overbergh L, Mathieu C. Vitamin D3 and the immune system: maintaining the balance in health and disease. Nutr Res Rev. 2007 Jun;20(1):106-18. doi: 10.1017/S0954422407742713. PMID: 19079863.

Bui L, Zhu Z, Hawkins S, Cortez-Resendiz A, Bellon A. Vitamin D regulation of the immune system and its implications for COVID-19: A mini review. SAGE Open Med. 2021 May 18;9:20503121211014073. doi: 10.1177/20503121211014073. PMID: 34046177; PMCID: PMC8135207.

Ding W, Smulan LJ, Hou NS, Taubert S, Watts JL, Walker AK. s-Adenosylmethionine Levels Govern Innate Immunity through Distinct Methylation-Dependent Pathways. Cell Metab. 2015 Oct 6;22(4):633-45. doi: 10.1016/j.cmet.2015.07.013. Epub 2015 Aug 27. PMID: 26321661; PMCID: PMC4598287.

Eskander M and Razzaque MS (2022) Can Maintaining Optimal Magnesium Balance Reduce the Disease Severity of COVID-19 Patients? Front. Endocrinol. 13:843152. doi: 10.3389/fendo.2022.843152

GAZONI, Fernanda Martins; MALEZAN, William Rafael; SANTOS, Fânia Cristina. B complex vitamins for analgesic therapy. Revista Dor, [S.L.], v. 17, n. 1, p. 52-56, 17 mar. 2016. GN1 Genesis Network. http://dx.doi.org/10.5935/1806-0013.20160013.

GELTINK, Ramon I Klein; PEARCE, Erika L. The importance of methionine metabolism. Elife, [S.L.], v. 8, p. 1-3, 2 maio 2019. ELife Sciences Publications, Ltd. http://dx.doi.org/10.7554/elife.47221.

Kouttab, N.M., Prada, M. & Cazzola, P. Thymomodulin: biological properties and clinical applications. Med. Oncol. & Tumor Pharmacother. 6, 5–9 (1989). https://doi.org/10.1007/BF02985217

Kumar P, Kumar M, Bedi O, et al. Role of vitamins and minerals as immunity boosters in COVID-19. InflaSep 29. PMID: 17006600.

LAURETTI, Gabriela Rocha. Mecanismos envolvidos na analgesia da lidocaína por via venosa. Revista Brasileira de Anestesiologia, [S.L.], v. 58, n. 3, p. 280-286, jun. 2008. Elsevier BV. http://dx.doi.org/10.1590/s0034-70942008000300011.

MANCINI, Antonio; LEONE, Erika; FESTA, Roberto; GRANDE, Giuseppe; DONNA, Vincenzo di; MARINIS, Laura de; PONTECORVI, Alfredo; TACCHINO, Roberto Maria; LITTARRU, Gian Paolo; SILVESTRINI, Andrea. Evaluation of antioxidant systems (coenzyme Q10 and total antioxidant capacity) in morbid obesity before and after biliopancreatic diversion. Metabolism, [S.L.], v. 57, n. 10, p. 1384-1389, out. 2008. Elsevier BV. http://dx.doi.org/10.1016/j.metabol.2008.05.007.

MERWE, Mariè van Der; BLOOMER, Richard J.. The Influence of Methylsulfonylmethane on Inflammation-Associated Cytokine Release before and following Strenuous Exercise. Journal Of Sports Medicine, [S.L.], v. 2016, p. 1-9, 2016. Hindawi Limited. http://dx.doi.org/10.1155/2016/7498359.

mmopharmacology. 2021;29(4):1001-1016. doi:10.1007/s10787-021-00826-7

MULWA, Peninnah Mueni; NJUE, Wilson; NG’ANG’A, Margaret. Assessment of L-Citrulline, L-Arginine and L-Glutamic Acid Content in Selected Fruits, Vegetables, Seeds, and Nuts Sold in Markets in Nairobi City County, Kenya. European Journal Of Agriculture And Food Sciences, [S.L.], v. 2, n. 5, 14 set. 2020. European Open Access Publishing (Europa Publishing). http://dx.doi.org/10.24018/ejfood.2020.2.5.100.

Ohtani M, Kawada S, Seki T, Okamoto Y. Amino acid and vitamin supplementation improved health conditions in elderly participants. J Clin Biochem Nutr. 2012;50(2):162-168. doi:10.3164/jcbn.11-55

OLSZEWER, Efrain; TERUYA, João. Terapia Nutricional Parenteral em Ortomolecular. In: OLSZEWER, Efrain; TERUYA, João. Terapia Nutricional Parenteral em Ortomolecular. 2. ed. São Paulo: Fapes, 2019. p. 1-259.

Petar J. Popovic, Herbert J. Zeh, III, Juan B. Ochoa, Arginine and Immunity, The Journal of Nutrition, Volume 137, Issue 6, June 2007, Pages 1681S–1686S, https://doi.org/10.1093/jn/137.6.1681S.

Prietl, B.; Treiber, G.; Pieber, T.R.; Amrein, K. Vitamin D and Immune Function. Nutrients 2013, 5, 2502-2521. https://doi.org/10.3390/nu5072502

Siddiqui M, Manansala JS, Abdulrahman HA, Nasrallah GK, Smatti MK, Younes N, et al. Immune Modulatory Effects of Vitamin D on Viral Infections. Nutrients (2020) 12. doi: 10.3390/nu12092879

Sugimoto MA, Sousa LP, Pinho V, Perretti M and Teixeira MM (2016) Resolution of Inflammation: What Controls Its Onset? Front. Immunol. 7:160. doi: 10.3389/fimmu.2016.00160

Tam M, Gómez S, González-Gross M, Marcos A. Possible roles of magnesium on the immune system. Eur J Clin Nutr. 2003 Oct;57(10):1193-7. doi: 10.1038/sj.ejcn.1601689. PMID: 14506478.

Tourkochristou E, Triantos C e Mouzaki A (2021) The Influence of Nutritional Factors on Immunological Outcomes. Frente. Immunol. 12:665968. doi: 10.3389/fimmu.2021.665968

University of Basel. “Magnesium is essential for the immune system, including in the fight against cancer.” ScienceDaily. ScienceDaily, 19 January 2022. www.sciencedaily.com/releases/2022/01/220119121455.htm

Van Brummelen R, du Toit D. L-methionine as immune supportive supplement: a clinical evaluation. Amino Acids. 2007 Jul;33(1):157-63. doi: 10.1007/s00726-006-0390-2. Epub 2006

Wang H, Chen W, Li D, et al. Vitamin D and Chronic Diseases. Aging Dis. 2017;8(3):346-353. Published 2017 May 2. doi:10.14336/AD.2016.1021

WENZEL, U.; NICKEL, A.; DANIEL, H.. α-lipoic acid induces apoptosis in human colon cancer cells by increasing mitochondrial respiration with a concomitant O2−.-generation. Apoptosis, [S.L.], v. 10, n. 2, p. 359-368, mar. 2005. Springer Science and Business Media LLC. http://dx.doi.org/10.1007/s10495-005-0810-x.

Yoon, SY., Hong, G., Kwon, HS. et ai. S-adenosilmetionina reduz a inflamação das vias aéreas e fibrose em um modelo murino de asma crônica grave através da supressão do estresse oxidativo. Exp Mol Med 48, e236 (2016). https://doi.org/10.1038/emm.2016.35.